Roda do ano

A roda do Ano do hemisfério Norte:





Os Sabbats (datas nos 2 hemisférios)
 
SAMHAIN - Celebrado em 1o. de maio no hemisfério sul e em 31 de outubro no hemisfério norte (Obs.: a pronúncia é "Sôu-en") 
A Roda gira e volta a Samhain, o festival dos mortos, quando encaramos os Deuses em seus aspectos mais terríveis. Essa não é uma época de medo, mas um tempo para entender, de forma mais profunda, que vida e morte são parte de um todo sagrado.



YULE - Solstício de Inverno - Celebrado no primeiro dia do inverno (+ ou - 21 de junho no hemisfério sul e 21 de dezembro no hemisfério norte).
Yule é a época do Solstício de Inverno, quando a Criança do Sol renasce, a qual é uma imagem do retorno de toda nova vida através do amor dos Deuses. Os escandinavos tinham um Deus chamado Ullr, e dentro da Tradição Nórdica, Yule é considerado o Ano Novo.

IMBOLC (ou Imbolg) - Celebrado em 2 de agosto no hemisfério sul e 2 de fevereiro no hemisfério norte.
Imbolc, também chamado Oilmec e Candlemas ("Candelária"), celebra o despertar da terra e o crescente poder do Sol. Muitas vezes, a Deusa é venerada em seu aspecto de Virgem da Luz e seu altar é decorado com galanto (Galanthus nivalis, cujas flores surgem quando ainda há neve no chão — N. T.), que anuncia a primavera.

EOSTAR (ou Ostara) - Equinócio de Primavera - Celebrado no primeiro dia da primavera (+ ou - 21 de setembro no hemisfério sul e 21 de março no hemisfério norte).
Agora noite e dia são iguais. O Sol aumenta em poder e a terra começa a florescer. Na época do Equinócio de Primavera, os poderes da fase de armazenamento do ano são iguais aos da escuridão do inverno e da morte. Para muitos Pagãos, o jovem Deus, com seu chamado de caça, mostra o caminho com dança e celebração. Outros dedicam essa época do ano a Eostre, a Deusa anglo-saxã da fertilidade.

BELTANE - Celebrado em 31 de outubro no hemisfério sul e 1o. de maio no hemisfério norte .
Os poderes da luz e da nova vida agora dançam e movem-se através de toda a criação. A Roda continua a girar. A primavera dá lugar à primeira floração plena do Verão e os Pagãos celebram Beltane com a dança da fita, simbolizando o Sagrado Casamento entre Deusa e Deus.

LITHA - Solstício de Verão (Mid Summer) - Celebrado no primeiro dia do verão (+ ou - 21 de dezembro no hemisfério sul e 21 de junho no hemisfério norte).
No Solstício de Verão ocorre o festival de Midsummer, algumas vezes chamado Litha. O Deus em seu aspecto de luz está no auge de seu poder e é coroado como o Senhor da Luz. É uma época de fartura e celebração.

LUGHNASAD (ou Lammas) - Celebrado em 2 de fevereiro no hemisfério sul e 2 de agosto no hemisfério norte .
Lughnasadh, também chamado Lammas, é o tempo da colheita do trigo, quando os Pagãos colhem o que plantaram, quando celebram os frutos do mistério da Natureza. Em Lughnasadh, os Pagãos dão graças pela generosidade da Deusa em seu aspecto de Rainha da Terra.

MABON - Equinócio de Outono - Celebrado no primeiro dia do outono (+ ou - 21 de março no hemisfério sul e 21 de setembro no hemisfério norte) 
Dia e noite tornam-se iguais. À medida que as sombras aumentam, os Pagãos vêem as faces mais sombrias de Deus e Deusa. Para muitos, esse rito honra a velhice e a aproximação do inverno.
[texto compilado com base em texto de A CASA DO BRUXO e Federação Pagã.]
Aqui, no blog wicca 2000, tem um post legal sobre a Roda do Ano.
Aqui na Association of Polytheist Traditions tem um texto legal (em inglês) sobre a Roda do ano .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique por dentro das promoções!

Subscribe to our mailing list

* indicates required
Email Format

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...