Quem é a Deusa?

Vênus de Willendorf
O culto à Deusa -a Grande Mãe, a Mãe-Terra- existe há muito, muito tempo. Prova disso são as esculturas feitas há mais de 20 mil anos, como a Vênus de Willendorf e a Vênus de Brassempouy.

A Vênus de Willendorf, estatueta de mais ou menos 12 cm de altura, foi encontrada em 1908 e atualmente faz parte da coleção do Museu de História Natural de Viena. É a mais antiga escultura feminina já encontrada. A Vênus de Brassempouy foi esculpida em marfim de mamute, e estima-se que tenha sido feita há 22 mil anos.

Quem é a Deusa da Wicca?
Vênus de Brassempouy
 
Veja um texto muito bom do site Casa do Bruxo sobre isso:

"A Deusa é cultuada como Mãe Terra, representando a plenitude da Terra, sua sacralidade. Sobre a Terra existimos e, ao fazê-lo, estamos pisando o corpo Onipotente e distante, que vive nos céus... A Deusa é a Terra que pisamos, nossos irmãos animais e plantas, a água que bebemos, o ar que respiramos, o fogo do centro dos vulcões, os rios, as cores do arco-íris, o meu corpo, o seu corpo... A Deusa está em todas as coisas... Ela é Aquela que Canta na Natureza...[...]

 Para mim, na minha prática particular de magia, eu sempre considero o Princípio Feminino Primordial. Cada deusa seria então, uma dos infinitos aspectos desse Princípio Feminino Primordial. 


E o que é esse "Princípio Feminino Primordial"? Vou me valer de algumas definições:

Segundo rosa Leonor, o Princípio Feminino é Diesa, a fonte original, a força consciência, o espírito criador inerente a toda a criação. A PRIORIDADE do PRINCÍPIO FEMININO é a chave do poder absoluto, o segredo do mistério da Trindade, a descoberta do Graal… e da imortalidade física. Ela é a solução para o mortal inferno-sobre-a Terra que nós conhecemos e abre a porta do paraíso terrestre.

 no Hinduísmo, seu nome é SHAKTI:

SHAKTI é o princípio ou aspecto feminino transcendente, feminino sagrado, feminino essencial – é PODER CRIATIVO TRANSFORMADOR .Shakti é a Energia Sábia, inteligente. O Poder de Manifestação e Transcendência.Ela é o poder feminino (força/energia) criativo, de manifestação e transformação/transcendência que está latente nas mulheres (e interior, inconsciente nos homens). [...] Shakti significa o poder procriativo primordial, ou ação, atividade da Consciência Superior/primordial. É o aspecto feminino primordial; ou seja, o aspecto criador da consciência primordial (o aspecto masculino que está inativo). É a energia infinita emanada da consciência. “a “força única e fonte de onde tudo nasceu e teve origem”(1),



 No Judaísmo, esse princípio é SHEKINAH:

A criação do mundo é obra de Shekinah (de acordo com o Zohar). Então, o propósito da vida é juntar as duas metades, masculina e feminina, para criar um universo equilibrado. [...]
 
Shekinah é conhecida como «a glória que emana do divino» e representa a libertação. Muitos veem-na como «o espírito divino». A associação do Espírito Santo com o feminino ajuda a equilibrar a cura. Na mitologia judaica, Shekinah está entre o criador e o humano. No Sabbath ela faz descer o seu véu da divindade sobre os crentes coletivos. No fim do dia ela volta ao seu lugar de/com a divindade. [...]  Em Matratone Shakinah vemos o conceito pagão de Deus e Deusa. Pode ser por isto que os cristãos olhem com desdém para Metraton e Shekinah, já que o divino feminino foi colocado abaixo do poder patriarcal. 


 Definições de Shekinah segundo o rabino Lynn Gottlieb encontradas AQUI (embora esse blog esteja explicando a Shekinah como um "aviso" aos cristãos, associando-a ao "demônio Lilith, sendo Shekinah a sua versão luminosa"a definição do rabino que eles usaram é muito boa!)
 
 “SHEKINAH é a feminnilidade interior e é a força que modela e sustenta toda a criação. Ela é a mulher-pássaro", a senhora dos dragões, A rainha do Céu e a Entrada dos Caminhos.Ela é a mãe do mundo espiritual, a Estrela da Manhã e a Estrela da Noite, é a Aurora e também o Anoitecer. Ela é a Princesa dos Mares, a Árvore da Vida, a Lua Prateada e o Sol Falmejante, Todos estes nomes são seus.



SHEKINAH é a mulher das estações em contínua transformação. Ela é a natureza em si, sua própria lei e mistério. Ela é o Cosmos, o Buraco Negro, o momento da explosão primordial,ela é a nuvem de poeira cósmicam a nebulosa espacial e as espirarais das galáxias. Ela é a força gravitacional e o campo magnético, o paradoxo entre as ondas e as partículas. SHEKINAH é a escuridão das trevas, a teia invisível que permei o Universo e a criadora dos sistemas complexos, a expandir-se a a se contrair, espiralando-se e alongando-se. Ela é o princípio da sabedoria. SHEKINAH é a grande mãe, o grnde pai e a criança não nascida. SHEKINAH é a vida amando-se a si mesma em seu interior."

*-*-*-*

Os textos encontrados em outros blogs e sites têm links para as matérias originais no próprio texto, é só clicar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique por dentro das promoções!

Subscribe to our mailing list

* indicates required
Email Format

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...