Meu primeiro tarot - O Tarot Mitológico

Meu primeiro deck foi o tarot mitológico, criado por Juliet Sharman-Burke e Liz Greene (uma astróloga inglesa), com ilustrações de Tricia Newell. Em inglês esse deck é conhecido como tarot mítico.

O livro está longe de ser uma novidade - foi publicado em 1988, mas ainda hoje é muito útil e interessante. O bom da mitologia é que ela cresce com a gente - você vai descobrindo novos significados e novas relações e conexões conforme o tempo passa e a sua vivência aumenta.


Ganhei o deck de uma amiga, e achei o máximo, porque na época eu era (3e ainda sou!) muito ligada em mitologia, o que facilitou e muito a minha iniciação ao tarot.

Esse deck relaciona as cartas do tarot com a mitologia grega, não só nos arcanos maiores, mas também nos arcanos menores. Cada arcano maior traz um personagem de um mito grego, e cada naipe traz um mito, que se desenvolve ao longo dos arcanos menores (as cartas numeradas).O livro oferece três interpretações de cada carta: o próprio mito, o mito a nível psicológico e por último, o nível divinatório. Obviamente é muita informação para ser replicada em um blog.

Como eu era completamente novata em tarot, eu li e reli trocentas vezes as descrições de cada carta, tentando memorizar os significados. Isso não deu muito certo. Então, fiz diferente. Segui minha intuição e espalhei as cartas na minha frente, e pegava a carta que me chamava a atenção - ela piscava pra mim - e ia só sentindo a carta, e observando quais significados, histórias, associações que surgiam na minha mente. Isso se repetiu inúmeras vezes, e assim fui ficando íntima do meu tarot e criando um arsenal de significados que funcionavam para mim. As relações entre as cartas, a posição e etc eu fui aprendendo ao longo do tempo e experimentando diversos métodos de leitura.

Naquela época eu anotava algumas coisas, mas de forma desordenada, e acabava jogando tudo fora nas minhas limpezas regulares.Hoje eu sei que a gente tem de ir anotando nossos estudos em um diário mágico, que os wiccanos chamam de Livro das Sombras (do inglês  Book of Shadows -cujo "apelido" é BOS), que ficou famoso por causa do seriado Charmed). Um diário mágico é absurdamente útil - você descobre coisas sobre si mesma lendo as entradas mais antigas do seu diário mágico e percebe a sua evolução espiritual e mágica, entre outras coisas.

Agora, mais de vinte anos depois, vi descrito esse "ritual" em um livro de magia que estou lendo - Modern Magick, de Donald Michael Kraig. O livro é um curso de magia em 12 lições - muito bom e completo, prático e sem "ismos". Eu recomendo! Ele descreve o ritual como "Ritual de Contemplação do Tarot", e o coloca como um dos primeiros passos para o desenvolvimento mágico -uma das razões para isso é que ele diz que você deve fazer uma divinação (tarot, runas, bola de cristal, pêndulo) antes de efetuar qualquer grey magic (grosso modo, é aquela magia para obtenção de coisas, segundo a classificação dele).


Ainda sou fascinada por mitologia, então vou destacar as cartas desse deck em vários posts, na ordem em que aparecem no livro, indicando os mitos que as acompanham.

Acompanhe aqui no blog, ou, se preferir, você pode assinar o feed ou ainda receber por e-mail as atualizações do blog! É só colocar seu e-mail na caixinha do lado direito...


ATUALIZAÇÃO 04-12-14

Gente, só pra variar um pouco eu não estou conesguindo postar respostas ou comentários nos meus posts. De vem em sempre o glogger dá esse bug.

Então vou responder pra Paula aqui:

--

Oi, Paula!
Obrigada pelo seu comentário! Fez bem pra minha alma ler o que você escreveu.
Você tem facebook? Embora eu não seja tão "assídua", é mais fácil de conversar lá...Tem um botão no blog com o meu contato no Face. Me adiciona pra gente bater um papo!
Inclusive no face  tem alguns grupos de tarot e de magia, é sempre bom, né, pra trocar ideias e experiências.

um abração!
Andrea

Um comentário:

  1. Ola! Adorei seu blog. Estou iniciando meus estudos no taro e venho procurado a tempos por um blog assim, que eu me identificasse tanto!
    Se puder, me mande um email, para podermos trocar uma ideia sobre o baralho, o taro e para que eu possa compartilhar com você algumas experiencias que tive. Não conheço ninguem que jogue, ninguem mais que tenha essa pratica, ficaria grata!

    ResponderExcluir

Fique por dentro das promoções!

Subscribe to our mailing list

* indicates required
Email Format

Veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...